Wednesday 24 May 2017
  • :
  • :

ARGENTINA – O que fazer em Buenos Aires

ARGENTINA – O que fazer em Buenos Aires

Buenos Aires é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros devido à proximidade e custo. Uma cidade encantadora, com comida boa e muitas opções culturais. Eu já fui várias vezes, uma vez a trabalho e outras para assistir shows de bandas que eu gosto, sempre visitas curtas. Agora em 2016 com a Gabi foi a primeira vez que fui com a missão turística bem definida e com mais tempo para visitar a cidade. Então ficam aqui as dicas reunidas ao longo dos anos.

Dica: comece curtindo o vídeo que fizemos para dar um gostinho de Buenos Aires:

Como chegar em Buenos Aires

A cidade tem dois aeroportos principais, o Ezeiza (Aeroporto Internacional Ministro Pistarini) e o Aeroparque (Aeroporto Jorge Newberry). O Ezeiza fica fora da cidade e você vai gastar mais tempo e dinheiro para chegar ao centro. O Aeroparque fica na cidade, mas normalmente as passagens para lá custam mais caro. Se você encontrar passagens com preços similares, acho que o Aeroparque é mais negócio. Eu sempre cheguei via Ezeiza. Usei o Aeroparque para um voo para Bariloche e foi muito fácil e rápido chegar.

Voando para o Ezeiza você tem algumas opções de transporte para o centro. Táxi é uma delas e a mais cara. Vai custar mais ou menos uns 300 pesos, dependendo do bairro. Você pode também pegar um Uber, que já está operando na cidade e sai bem mais em conta.
Outra opção é um ônibus Manuel Tienda Leon. Logo que sair do freeshop vai ver o guichê. Os ônibus te levam até um segundo terminal no centro e de lá os passageiros são colocados em táxis por bairros e deixados no hotel. Os ônibus saem com bastante frequência, são muito confortáveis e achei bastante conveniente. Custa 130 pesos (uns 45 reais). Se você estiver sozinho, o ônibus é definitivamente a melhor opção.
E a opção mais barata é pegar um ônibus de linha, mas que leva 2 horas para chegar ao centro (linhas 394, 518, 51 e 8).

tradicional taxi amarelo de Buenos Aires

tradicional taxi amarelo de Buenos Aires

Balsa vindo do Uruguai

Dessa última vez eu e Gabi chegamos do Uruguai de balsa. Tem 3 empresas que fazem o percurso: a Buquebus, a Seacat e a Colonia Express. Nós usamos a Buquebus, que desembarca em Porto Madero. A travessia foi rápida e tranquila. Comprando com antecedência sai mais barato. Mas precisa ver horários que se encaixam com seu roteiro. Nós compramos uma opção que sai de Montevidéu de ônibus e vai até Colonia del Sacramento, onde tomamos a balsa. Os preços variam bastante, sendo o ticket mais barato 784 pesos.


Dinheiro

Antes na Argentina havia um câmbio paralelo maluco muuuuuito vantajoso para nós. Mas recentemente rolaram mudanças e a festa acabou. Então se você já tinha ouvido falar a respeito e estava empolgado com isso, saiba que não rola mais. Tem muita gente nas ruas oferecendo cambio, especialmente na Calle Florida. Tome cuidado com os picaretas. Eu cheguei a trocar dinheiro com os caras que ficam na rua fazendo câmbio e não tive problemas, mas já ouvi casos de dinheiro falso.

Muitos lugares aceitam Reais e Dólares também, então pode deixar uma parte sem trocar e vai pagando o que for possível em Reais, mesmo. Isso é lindo pois você não acaba cheio de Pesos na hora de voltar para casa. Ande sempre com uma quantidade de dinheiro vivo. Muitos lugares não aceitam cartão de crédito. Já aconteceu de estar com fome na rua, sem cash e ter dificuldade para achar um restaurante que passasse cartão.
Fique de olho! Os restaurantes para gringos colocam os 10% na conta. Geralmente você deixa espontaneamente. E não se costuma incluir o serviço no cartão.

Está indo para o Uruguai? Faça o seguro viagem e vá tranquilo! Compare os preços dos melhores seguros clicando no banner abaixo. A Real Seguros é nossa parceira e comprando por esse link você ajuda o blog a continuar na ativa (sem pagar nada a mais por isso!)

Seguro viagem geral 728x90


Transporte público

O melhor é comprar um cartão SUBE, que é aceito no metrô, nos ônibus e nos trens. Ai é só carregar e ir usando o transporte público. Os ônibus circulam 24h.  O metrô de segunda à sábado, das 5h às 23h, e aos domingos e feriados das 8h às 22h. Cada viagem custa 7,50 pesos. Preste atenção no sentido antes de entrar na estação. Em algumas estações você entra direto na plataforma em um determinado sentido e não tem como trocar.

Neste link tem os aplicativos que você pode baixar para te ajudar na locomoção na cidade.

De qualquer maneira, Buenos Aires é uma cidade maravilhosa para se caminhar muito. Dá para fazer muita coisa a pé, pelo menos na área central. Use calçados confortáveis e se jogue nas ruas e avenidas.

Para visitar os cantos mais afastados, uma opção é o ônibus turístico. Nós experimentamos e contamos nesse post como foi. Achamos bom para passar por lugares que não daríamos conta sozinhas caminhando.

Buenos Aires é linda!

Buenos Aires é linda!

Onde ficar em Buenos Aires

Nós ficamos num Bed and Breakfast que amamos de paixão – o Tesorito Bed & Breakfast. Nesse link falamos dessa experiência linda.

 

Tango – hora de bailar!

Boedo e Abasto são os bairros clássicos do tango em Buenos Aires. As milongas e shows aí são mais tradicionais. Nós fomos na milonga queer, em San Telmo. Milongas são bem legais quando você sabe arriscar um passos para poder dançar também. Gostamos muito de admirar os casais arrasando na pista, primeiro ao som de um DJ, depois com uma banda completa. Na Tango Queer pagamos o equivalente a R$ 20,00, mais as bebidas que consumimos.

Tango Queer

Tango Queer

Os shows turísticos são espetáculos no palco grande, com enredo, várias trocas de roupa e tal. Tipo um musical. Eu já fui ver um desses shows mais turísticos e gostei bastante. Fui no Esquina Gardel. O show foi bonito, a comida estava ok e os garçons não paravam de colocar vinho na minha taça. Eu saí de lá segurando nas paredes. rs Mas os shows não são baratos.

Se quiser apreciar tango gastando bem pouco mesmo, na Plaza Dorrego, em San Telmo, rola de ver casais dançando. Já peguei apresentações assim em La Boca também. Ao final eles passam o chapéu e você faz uma contribuição.

Tango na Feira de San Telmo

O que fazer em Buenos Aires

Nós começamos pelo Jardim Vertical, aquele monumento com as iniciais BA (que é a capa desse post). Ele fica bem no meio da monstruosa Avenida 9 de Julio, com suas muitas pistas. O Obelisco fica ali atrás. Bem perto está também o Teatro Colón, que tem visitas guiadas das 9h às 17h.

Descemos em direção à Plaza de Mayo, outro conglomerado de prédios importantes. O principal é a famosa Casa Rosada, sede da presidência argentina. Nos fins de semana é possível fazer uma visita guiada gratuita, das 10h às 18h, que deve ser agendada antes nesse link.

A Casa Rosada lá ao fundo.

A Casa Rosada lá ao fundo.

Na praça estão ainda o Museu Histórico Nacional do Cabildo e a Catedral de Buenos Aires. E com certeza você vai se deparar com grupos de pessoas acampadas manifestando. A Plaza de Mayo é o principal local de manifestações na cidade. E vou dizer, não são poucas. Os argentinos são muito mais conscientes e ativistas que nós brasileiros. Todas as vezes que estive na cidade me deparei com mais de uma manifestação grande.

Prédio do Cabildo na Plaza de Mayo

Prédio do Cabildo na Plaza de Mayo

Caminhando para a parte de trás da Casa Rosada e indo um pouco mais adiante chegamos ao Porto Madero, com suas docas e restaurantes. É uma área que foi modernizada e está bem bonita. Delícia caminhar por aqui. Mas os restaurantes são bem caros. Fuja!!!

buenos aires Porto Madero

Nós usamos o ônibus turístico para ir até La Boca e no Caminito. Passamos primeiro pela frente do estádio, que fica meio apertado e escondidinho no meio do bairro e depois descemos no Caminito para dar uma volta. Achei que as cores das casinhas ali já estiveram mais conservadas. Gabi ficou decepcionada. As fotos do instagram não correspondem à realidade, rs. Das outras vezes que fui estava mais bonito.

O bairro colorido de Buenos Aires!

O bairro colorido de Buenos Aires!

Dali voltamos pro ônibus turístico para ir até o outro lado da cidade. Descemos no ponto do Cemitério Recoleta, nossa primeira visita. A maioria das pessoas vai direto para o mausoléu da família Duarte, onde está enterrada Evita Perón (e onde fica um aglomerado de gente para tirar foto). O túmulo deles não é tão bonito. Tem muitos mausoléus lindos nesse cemitério, com esculturas belíssimas, portas e grades trabalhadas.

Cemitério Recoleta

Cemitério Recoleta

Nele a disposição dos caixões é diferente do que conhecemos no Brasil. Ali os caixões ficam à mostra, muitas vezes caídos e até abertos. Chega a ser meio horripilante, muitos túmulos parecem abandonados e trazem as teias de aranha mais gigantescas da história. A Gabi detesta cemitérios, então saímos rapidinho, até porque eu já passei muitas horas lá fotografando em outras ocasiões.

Bem ao lado do cemitério fica a charmosa igreja Nossa Senhora do Pilar. Ela tem um pequeno museu que fica na área da clausura do ex-mosteiro. Vale mais pela construção que pela coleção de relíquias e peças religiosas.

Basílica do Pilar

Basílica do Pilar

Ao lado da igreja está o Centro Cultural Recoleta. Demos uma entrada no Centro Cultural para ver uma das exposições gratuitas. Aliás, tudo nele é grátis. Tem as paredes do antigo mosteiro dos monges recoletanos, que deram nome ao bairro. Vale uma caminhada pelo bairro para ver as lindas mansões.

Contornando o Centro Cultural Recoleta tem um parque e dentro dele o shopping Buenos Aires Design e o Hard Rock Cafe, onde paramos para almoçar. Comida gostosa, não tão cara quanto estava esperando que fosse. Nesse parque fica ainda o Museu Nacional de Belas Artes.

Atravessando a Avenida del Libertador está a Plaza de las Naciones Unidas, onde fica a linda escultura Floralis Generica, uma flor gigante metálica, obra do engenheiro Eduardo Catalano. Ela foi criada com um sistema elétrico que abre e fecha as pétalas, dependendo da hora do dia. Parece que o sistema está quebrado agora. Ainda assim ela é muito bonita e vale a visita.

buenos aires onibus turistico 1 floralis generica

Seguindo mais adiante na avenida, ficam o MALBA, o Planetário e o Jardim japonês, ótimo para um picnic.

jardim japones

O Jardim japonês é uma ótima pedida num dia de sol

Outro lugar lindo para visitar é a Praça do Congresso, onde fica o congresso argentino. Está entre as estações Congresso e Sáenz Pena.

Já falei de San Telmo lá em cima quando comentava dos lugares de tango, mas vale lembrar da feirinha de fim de semana que acontece ali e se espalha por várias ruas, com barraquinhas que vendem de tudo, comidinhas, antiguidades e  onde artistas expõe seu trabalho.

Feirinha de San Telmo

Feirinha de San Telmo

E mais uma coisa para visitar em San Telmo: a estátua da Mafalda, personagem do cartunista argentino Quino! Ela fica na esquina das ruas Chile e Defensa. Junto de Mafalda estão os outros personagens Susanita e Manolito. As estátuas estão no lugar onde morava seu criador e fazem parte do Paseo de La Historieta, um trajeto que homenageia os principais personagens e criadores de HQ da Argentina. De dia tem fila de gente para tirar foto sentada com a Mafalda, mas fotos à noite e pudemos praticamente fazer um book ali, rs.

Gabi trocando ideia com a Mafalda na noite portenha

Gabi trocando ideia com a Mafalda na noite portenha

Noite em Palermo

Se tem um bairro para você cair na noite de Buenos Aires é Palermo. São muitos bares e restaurantes, as ruas ficam lotadas. Você pode (e deve) sair de bar em bar! Nós fizemos o Pub Crawl LGBT e nos divertimos muito passando por vários bares. A Plaza Cortazar é o epicentro do agito, mas todo o entorno fervilha.

Passeio para o Delta do Tigre

Esse é um passeio que muita gente faz e é bem bonito. Tem várias maneiras de fazer. Nós fomos com uma excursão, navegando pelos rios do delta e depois voltamos de carro. Mas dá para ir de trem também. Escrevemos um post falando sobre esse passeio. No dia que fomos estava nublado e garoando, então as fotos não ficaram tão bonitas.

Passeio de barco pelo Delta do Tigre

Passeio de barco pelo Delta do Tigre

Para comer em Buenos Aires

Uma coisa que todo mundo já sabe: churrasco ou parrilla. A gente já tinha comido em Montevidéu e como não somos assim tão carnívoras, não repetimos a experiência em BA. Mas se você gosta de uma carne, deve fazer isso. No geral na Argentina eles servem uns filés enormes e grossos, seja de carne ou de peixe. Eles sabem trabalhar bem com as carnes por lá.

Nós somos mais do tipo formigas, então nos acabamos de comer sorvete, doce de leite em todas as suas formas, texturas e consistências e alfajores. Até fizemos um vídeo com um ranking dos alfajores argentinos. Vocês verão no vídeo que o Havanna foi nosso preferido. Que bom que tem loja da Havanna em cada esquina de Buenos Aires! hahaha

Tem um doce que chama Mantecol, que é feito de amendoim, mas não é tão doce – tem até um leve toque salgado. Esse treco é muito bom. E não deixe de tomar um submarino! Nada mais é que uma xícara de leite com uma barra de chocolate. Você mergulha o chocolate no leite e espera derreter… é muito amor. No inverno, claro.

Você, assim como a gente, pode acabar tomando mais vinho do que de costume. Normalmente a taça de vinho é mais barata que o refri ou o suco, então, né? Tomamos vinho!

Da outra vez fui numa pizzaria deliciosa, a Pizzaria La Rey, que fica na Av. Corrientes, 961. É um lugar enorme. Comemos uma pizza feita com queijo Gruyère ao invés de mussarela, que estava incrível. Achei um pouco cara comparada com os preços do Brasil, mas era de queijo Gruyère!

Uma passadinha no Café Tortoni é imprescindível também. Dureza é que está sempre cheio e normalmente com fila para entrar. À noite tem shows, então se não quiser ver os shows, passe à tarde para tomar um café e comer algo. Fica na Av. de Mayo, 825, não muito longe da Plaza de Mayo. E bem na frente do metrô Piedras.

O Café Tortoni é uma instituição em Buenos Aires

O Café Tortoni é uma instituição em Buenos Aires

Passeios culturais

Nossa amiga e artista Pri Davanzo morou em Buenos Aires e deixa várias dicas de lugares culturais:

Ciudad Cultural KONEX
Um centro cultural com apresentações bacanas.
Endereço: Sarmiento 3131 – [C1196AAG] BUENOS AIRES   TEL. (+5411) 4864 3200

Cinemas INCAA
São salas de cinema do governo que exibem filmes argentinos por um preço super barato.
CONGRESO/GAUMONT
Endereço: Salta 1620 Centro Tel: 4304-8302

Avenida Corrientes
Livrarias, cafés, cines e teatros. Sextas e sábados à noite ficam abertos até 2h

Paseo Cultural Parque Rivadavia
Feira de livros, CDs e DVDs novos e usados.

Feria de Mataderos
Feira de cultura criolla/gaucha

MALBA
Ótimo museu, grátis às quartas para estudantes (levem carteirinha!!!)
A Pri recomenda tomar um chá no bistrô do lado de fora. Eles têm uns blends de chá ótimos que servem 2 pessoas e o croissant recheado também serve 2 pessoas.
Saindo do Malba indo em direção à Av Lãs Heras pela J. Salgueiro tem uma pizza ótima e muito bem servida: Almacén de Pizzas (Salgueiro x Segui)

Livraria El Ateneo
Uma livraria linda e imperdível, considerada uma das mais bonitas do mundo.
Avenida Santa Fe 1860.
Horário: segunda a quinta 9h às 22hs, sexta e sábado das 9h às 24h, domingos 12h às 22h
Ao lado tem um restaurante chamado Babieca que tem umas medialunas deliciosas.

Biblioteca Nacional
Atrás do cemitério e CC Recoleta. Arquitetura moderna. Tem um vão livre. No 5o. andar, na sala de leitura, tem vista linda do porto norte. Avisem que é só para visita. Tem que guardar a mala no armário. De um jeito de levar o celular para tirar fotos. Câmera grande vai ter que fazer uma burocracia para poder fotografar.

 

Biblioteca Nacional de Buenos Aires

Biblioteca Nacional de Buenos Aires

Gostamos muito de Buenos Aires, com seu feeling europeu e calor latino. É uma cidade para voltar várias vezes, mesmo.

Antes de Buenos Aires, passamos por Montevideo e Punta Del Este.

 


box-planeje-viagem-teste-2

Clique aqui para fazer o seu seguro viagem com a Real Seguros

Clique aqui para reservar seu hotel ou hostel no Booking.com

Clique aqui para pesquisar câmbio com a Melhor Câmbio


Curta Estrangeira no Facebook: http://facebook.com/EstrangeiraViagens

Siga Estrangeira no Instagram: http://instagram.com/estrangeiraviagens

Assine o canal do YouTube do Estrangeira: http://youtube.com/estrangeira

Siga Estrangeira no Snapchat: @estrangeirablog

Siga as estrangeiras! Compartilhe!
Facebook
Instagram
YouTube
YouTube
Pinterest
Pinterest
Google+
http://www.estrangeira.com.br/buenos-aires/
RSS
Follow by Email
SHARE


Fabia Fuzeti, 40, jornalista, fotógrafa e produtora de vídeos. Caiu na estrada pela primeira vez em 1996 e desde então não parou. Viaja sempre com uma câmera e é apaixonada por imagens.


24 thoughts on “ARGENTINA – O que fazer em Buenos Aires

  1. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Fomos em novembro, Reinaldo. Durante o dia estava bem quente, à noite a temperatura caía. Acho que no fim de junho você vai pegar frio sim, vá bem preparado, com roupas quentinhas de inverno!

  2. Reinaldo

    Meninas, adorei esse post sobre Buenos Aires! Irei no final de junho, começo de julho. Estava bem frio quando vocês foram, qual época foi? Estou preocupado com o frio rsrsrs sucesso!!

  3. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    É um destino delicioso, né Martinha? Para voltar sempre!

  4. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Bom saber que irão para lá ano que vem, Paula. Desejamos que seja uma ótima viagem 🙂

  5. Paula Abud

    Adorei as dicas, ano que vem vamos fazer uma viagem pra Buenos Aires e Uruguai, vou deixar todas elas anotadinhas aqui 😀

  6. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Buenos Aires é realmente muito legal. O post é bem o roteiro turístico básico, mas tem as dicas culturais da nossa amiga Pri que morou lá também. Eu adoraria morar um tempo em BAs, eve ser uma experiencia linda. Encontramos muitos brasileiros morando lá.

  7. Contramapa

    O seu post está muito completo e cheio de dicas, adorei! Buenos Aires é daqueles destinos que quero muito visitar, mas infelizmente ainda não me consegui aventurar muito pela América Latina. Adorei doTango!

  8. Martinha Andersen

    Waowww… que post mais completo. BA é sempre um ótimo destino. Preciso retornar. Há anos não apareço por lá. Bateu uma saudade enorme. =)

  9. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Pois é… e como é pertinho pros brasileiros a gente acaba mesmo voltando! rs
    Eu fui 5 vezes e sei bem que acabarei voltando! abs

  10. Klécia

    Uma das minhas cidades favoritas no mundo! Sou apaixonada pelo clima de Baires! É puro romance, boemia, poesia! Seu post trouxe uma listinha muito boa da cidade, cobriu praticamente tudo pra uma primeira viagem na capital portenha. Queria voltar, seu post me deu uma saudade enorme!

  11. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Acho que uma semana é suficiente sim! Uma dica é ir até o Uruguai de balsa, é bem rapidinho e uma viagem bem gostosa.

  12. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Nós também fomos super bem tratadas… o medo da birra tradicional cai por terra quando a gente chega lá, né? 🙂 Voltem mesmo, a cidade tem muito a oferecer.

  13. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Heehehehehe sim, tem muita coisa legal pra fazer lá! Ah, os dois submarinos são bons vai! 😀

  14. Fabia Fuzeti Mensagem autor

    Que bom que gostou, Paula! Obrigada. 🙂 Sim, BA tem muitos parques bonitos no meio da cidade… também adoramos!

  15. Paula

    Fábia, esse post é um daqueles guias pra gente imprimir porquê está tudo muito bem explicadinho! Eu gosto de Buenos Aires, e o que mais gosto são os parques de lá, aquela coisa de natureza bem no meio de uma metrópole!

  16. angela sant anna

    que post completo de Buenos!! não imaginava a quantidade de coisa legal pra fazer…adorei a foto do taxi amarelo aheuahe só acho que o nosso submarino é melhor hein (chopp e steinhaeger) aheuahae

  17. Tina Wells

    Amei Buenos Aires! Fui meio apreensiva por ser carioca e o marido inglês e a birra tradicional que os hermanos têm “conosco”! Mas fomos super bem tratados! Ficamos só dois dias, mas também fomos ao Esquina Gardel e amei o show e as várias taças de espumante que bebi (rs)! Precisamos voltar pra fazer o resto do roteiro de vocês! Beijos

  18. Passaporte no bolso

    Bastante completo o seu post, gostei muito. Tentei por diversas vezes planear uma viagem para Buenos Aires mas acabo sempre desistindo. Você acha que uma semana é suficiente para visitar Buenos Aires e dar um pulinho a Montevideo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou? Siga na sua rede social favorita

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
    YouTube
  • Pinterest
    Pinterest
  • Google+
    http://www.estrangeira.com.br/buenos-aires/
  • RSS
  • Follow by Email
  • SHARE