Tuesday 22 August 2017
  • :
  • :

O que fazer em Santiago de Compostela: muito além do caminho

O que fazer em Santiago de Compostela: muito além do caminho

O que fazer em Santiago de Compostela: muito além do caminho

Santiago de Compostela é uma cidade linda que fica na Galícia, norte da Espanha. É conhecida por ser a cidade de chegada dos famosos caminhos de Santiago, aqueles percorridos por peregrinos do mundo inteiro. Exatamente por ser o ponto final da peregrinação, muita gente acha que Santiago de Compostela não tem nenhum atrativo além disso. Mas quem pensa assim está muito enganado!

Santiago-Compostela-rua

As charmosas ruas de Santiago de Compostela nos conquistaram…

Nós mesmas nunca havíamos tido muito interesse em visitar Santiago, por esse motivo já citado e porque sempre nos pareceu uma cidade muito religiosa. Ainda bem que nós fomos e quebramos a cara! Santiago tem muito mais atrações do que só as igrejas e coisas relacionadas ao caminho – que são também imperdíveis, devo dizer. Nesse post reunimos tudo o que fizemos em 3 dias na cidade, dicas do que comer e um pouco das nossas impressões. E tem vídeo também! Clica play!


Como chegar em Santiago de Compostela

São diversas opções. A Fabia chegou de avião, eu de trem e muita gente chega a pé, pelos caminhos, claro. Vamos explicar o passo a passo para chegar na cidade do Aeroporto e da estação de trem.

Aeroporto de Santiago de Compostela – SCQ

Se você chegar de avião na cidade, pousará no Aeroporto SCQ. Ele não é muito grande e está um pouco afastado do centro da cidade. Você pode pegar um táxi até o centro ou um ônibus para economizar, como a Fabia fez. É o ônibus da Empresa Freire, que sai do próprio aeroporto e custa €3,00 por pessoa. Você deve pagar o valor em dinheiro, direto para o motorista.

Ele é um ônibus de linha normal, com espaço para as malas, mas vai super lotado. Se você não der muita sorte, pode acabar indo em pé. Leva 40 minutos até a cidade de Santiago e passa em alguns pontos por ali. A Fabia desceu na estação de ônibus, que é perto do centro e de onde estávamos hospedadas. Aqui tem o trajeto completo dele.

Estação de trem

Trens chegam à Santiago das mais diversas cidades espanholas, diariamente. Eu fui de Barcelona até Santiago em um trem da Renfe, que levou 12 horas. Quando cheguei na estação de trem estava acabada e vi no Google Maps que estava a apenas 2 km do centro. Se não tivesse sido uma viagem tão longa, acho que eu iria andando. Mas como eu mal aguentava andar, peguei um taxi ali mesmo até nosso AirBnB no centro, e custou apenas €5,20. Valeu a pena.

Santiago-Compostela-centro-histórico

Foto do Centro Histórico de Santiago… seja lá como você chegou na cidade, vai valer a pena! ;)


A cidade dos peregrinos

Ok, não podemos ignorar o fato de Santiago ser a cidade dos peregrinos. Os diversos caminhos saem da Europa inteira chegam na cidade; por isso você verá gente das mais diversas origens chegando ali com seus mochilões nas costas. Viver um pouco esse clima da chegada dos peregrinos e visitar os pontos de interesse relacionados ao caminho faz parte da visita à cidade.

Santiago-Compostela-freira-oficina-do-peregrino

A cidade dos peregrinos mistura todo o tipo de gente, que faz o caminho pelos mais diversos motivos (religiosos, pessoais, superação, aventura, esporte…)

Praça do Obradoiro

A Praça do Obradoiro é a maior e mais importante da cidade. Ali ficam a Catedral de Santiago, a prefeitura e o Hostal dos Reis Católicos que data de 1501. Hoje é um hotel de luxo, mas os turistas podem visitar os claustros e a capela.

A praça é, oficialmente, o ponto final do caminho de Santiago de Compostela.

É muito legal ficar um tempo ali na praça, sentado no chão, observando esse movimento de chegada dos peregrinos. Você verá muitos grupos que chegam cantando e gritando, pessoas se abraçando emocionadas, chorando, outras rezando… Montanhas de mochilões agrupados no chão, a galera deita no meio da praça e fica ali, descansando, contemplando e comemorando a chegada.

Praça do Obradoiro Santiago de Compostela

Praça do Obradoiro e a fachada da Catedral de Santiago, em constante restauração.

Catedral de Santiago e o Botafumeiro

Na Catedral de Santiago acontece, todos os dias às 12h00 e às 19h00, a missa do peregrino. Nós não somos religiosas, mas entramos para assistir porque sabemos que faz parte da cultura da cidade e queríamos tentar assistir ao famoso ritual do Botafumeiro.

O Botafumeiro é um incensário de prata gigante, que em algumas missas ao longo do ano é colocado em ação. Os sacerdotes enchem de carvão e incenso e por uma polia o botafumeiro é alçado. Ele balança entre as naves da igreja e o altar em uma velocidade impressionante de 68 km/h! Adoramos assistir esse momento porque o botafumeiro é enorme e vai muito alto, uma coisa de louco.

Botafumeiro santiago de compostela

A famosa cerimônia do Botafumeiro.

Infelizmente não é em todas as missas que esse ritual acontece. Em algumas datas fixas ao longo do ano você terá a oportunidade de ver, e também se algum grupo específico de peregrinos solicitar a cerimônia à igreja no dia em que chegam à cidade (mediante pagamento de “apenas” 300 euros, rs). As datas fixas do botafumeiro são: 6 de janeiro, domingo de páscoa, Corpus Christi, 23 de maio, Pentecostes, 25 de julho, 1 de novembro, 8 de dezembro, dia do Cristo Rei, 25 de dezembro e 30 de dezembro.

No altar da catedral fica a estátua do Apóstolo Tiago, que dá nome à cidade e ao caminho. Você pode pegar uma fila para subir ao altar por trás e dar um abraço na imagem.

A entrada na Catedral é gratuita, mas as outras áreas são pagas: coleção permanente, os telhados, escavações arqueológicas, o Pazo de Xelmirez e a tribuna. Essas visitas devem ser agendadas e os preços podem ser consultados no site: www.catedraldesantiago.es

Dica importante: não é permitido entrar na catedral com o mochilão. Então se você quiser assistir à missa e fez o caminho, terá que deixar num guarda-volumes ou com alguém do lado de fora. As filas para as missas são sempre grandes, então se você quiser garantir que vai assistir sentado, chegue cedo.

Santiago-Compostela-catedral-orgao

Detalhe dos dois órgãos da catedral de Santiago, vistos de baixo.


Lembre-se que para ir à Espanha você deve adquirir um seguro viagem (o país exige esse seguro pelo Tratado de Schengen). Compare os preços dos melhores seguros clicando no banner abaixo. A Real Seguros é nossa parceira e comprando por esse link você ajuda o blog a continuar na ativa (sem pagar nada a mais por isso!).

Seguro viagem geral 728x90


Santiago além da peregrinação: outras atrações

No centro da cidade existem muitas coisas bonitas e interessantes para visitar. Aconselhamos que você se perca pelas vielas e sinta o clima dessa cidade medieval. Repare na arquitetura que lembra mais Portugal do que Espanha. Admire as pequenas praças, tabernas, bares e inclusive se permita espiar as vitrines das lojas de souvenirs porque tem muita coisa bonita.

Santiago-Compostela-Festa-Apostolo-Estrangeira

Que cidade mais graciosa! Aqui vocês podem ver que estava decorada para a festa do Apóstolo Tiago, que acontece todo ano em 25 de julho.

Santiago-Compostela-Universidade

Praça das Praterias

Essa praça está bem próxima da Praça do Obradoiro. Tem uma fonte no meio e está cercada pela entrada lateral da Catedral (é por essa entrada que você vai entrar na Igreja) e pelo Museu das Peregrinações e de Santiago. A entrada custa €2,40 (mas é gratuita aos sábados depois das 14h30 e aos domingos). O museu reúne um pouco da história do caminho de Santiago de Compostela. Aqui fica também a Casa do Cabido.

Estrangeiras na Plaza das Praterías

Estrangeiras na Praça das Praterias

Mercado de Abastos de Santiago

O Mercado de Abastos de Santiago é o mercadão da cidade. Ali existem várias barraquinhas de gente vendendo carnes, aves, frutos do mar e peixes, flores, frutas, vegetais, souvenirs… No mercado também tem alguns restaurantes que oferecem comida fresquinha. Para quem curte frutos do mar, é uma parada obrigatória.
Endereço: Rua Ameás, s/n.

Museo do Pobo Galego

O Museo do Pobo Galego é uma verdadeira joia da cidade. Mesmo se você não for uma pessoa ligada em museus, vá nesse! A arquitetura do local já vale a visita, porque o museu está dentro de um antigo convento. O pátio externo é lindo e dentro você irá se deparar com a escada mais incrível que você já viu (bem, pelo menos foi a mais incrível que eu já vi). Na verdade são 3 escadas em caracol que se entrelaçam. De baixo, a visão é muito louca, como você pode ver na foto a seguir.

Santiago-Compostela-Museu-Pobo-Galego-escada-espiral

Essa escada dispensa comentários, né?

Subindo por essas escadas você poderá entrar em diferentes portas que levam aos pavilhões do museu. A coleção fixa é extensa e mostra diversos objetos que ajudam a contar a história do povo galego. Tem a sessão de vestimenta, instrumentos musicais, palha, cerâmica, arquitetura das casas tradicionais… É um mergulho na história desse povo, com diversos objetos curiosos.

Endereço: San Domingos de Bonaval, s/n
Horários: Terça à sábado das 10h30 às 14h00 e depois reabre das 16h00 às 19h30. Aos domingos, das 11h00 às 14h00.
Preço: €3,00; aos domingos a entrada é gratuita.

Santiago-Compostela-Museu-Pobo-Galego

Belo pátio interno do Museu do Pobo Galego

Centro Galego de Arte Contemporânea

O Centro Galego de Arte Contemporânea fica literalmente ao lado do Museu do Pobo Galego, então se você quiser pode se programar pra visitar os dois na sequência. Nós não entramos nele porque estávamos com o tempo apertado, mas pelo que li a coleção fixa e exposições são bem interessantes, e o melhor, a entrada é gratuita. Se você curte arte contemporânea, visite e depois conte nos comentários o que achou. 🙂

Endereço: Rúa Valle Inclán, 2
Horário: Terça à domingo, das 11h00 às 20h00
Preço: Grátis

Parque de Bonaval

O Parque de Bonaval também está localizado logo atrás do Museu do Pobo Galego. É um belo parque com jardins de flores diversas. Vale dar uma volta por ali e apreciar a calmaria.

Parque da Alameda

Esse Parque é um pouco maior e muito bonito. Entre e se perca pelas áreas verdes. Vá subindo as escadas até chegar ao nível mais alto do parque. Ali você terá acesso a um mirantes que dá para a parte de trás da cidade, com casinhas e as montanhas ao fundo. Mais próximo à entrada do parque, se você chegou pela rua Franco, virando à direita, há outro mirante que dá bem de frente para a catedral. É um dos melhores pontos para fotografar a Catedral de Santiago.

Santiago-Compostela-Parque-Alameda

Entre os caminhos do Parque da Alameda…

Cidade da Cultura de Galícia

Esse complexo arquitetônico fica afastado do centro quase 3 km, em uma parte mais alta da cidade. Ali foram construídos diversos edifícios que, juntos, formam a Cidade da Cultura. Lembra um pouco a Ciudad de las Artes y las Ciencias de Valência, não no estilos de arquitetura, mas no conceito.

Santiago-Compostela-Cidade-CUltura

Arquitetura diferentona da Cidade da Cultura

Bem, o espaço é enorme e os prédios malucos todos em placas de granito enormes impressionam visualmente. Mas honestamente, não achamos que vale tanto a pena ir até lá. Dentro da Cidade da Cultura está o Museu, que conta com exposições temporárias e tem entrada gratuita. Visitamos duas, que não estavam ruins, mas também não posso dizer que era a curadoria mais interessante que já vi.

Todo esse enorme complexo estava vazio, num sábado em plena alta temporada (julho). Havia pouquíssimas pessoas ali, me deu a impressão que a maioria dos edifícios estavam vazios, sem função nenhuma. A divulgação do local não é muito boa, mas o que pesa mesmo é o acesso difícil. É possível ir a pé, mas como está longe e no topo de um morro, não é uma boa opção.

Fomos de ônibus mas só quando chegamos lá descobrimos que, aos sábados, apenas 3 ônibus durante o dia inteiro iam até lá. Ou seja, não tinha como voltar. Tentamos chamar táxi, mas nenhum aplicativo atende essa área e o ponto destinado aos táxis estava às moscas. Voltamos a pé, o que levou quase uma hora. Nenhum fim do mundo, mas honestamente acho que não vale o perrengue.

Endereço: Monte Gaiás, s/n
Horário: Todos os dias, 08h00 às 20h00
Preço: entrada gratuita
Ônibus para chegar: L9 (dias de semana e sábado de manhã) e C11 (sábado à tarde e domingo). €1,00 cada trecho.

Santiago de Compostela tem ainda uma série de outros museus e igrejas que podem ser visitados, como o Colégio de Santa Maria de Sar e o Museu de Arte Sacra, o Pazo de Xelmirez, a Igreja e Mosteiro de San Martinho Pinario, a Igreja do Convento de San Francisco e Museu da Terra Santa

antiago-Compostela-mosteiro-San-Martinho-Pinario

Igreja e Museu do Mosteiro de San Martinho Pinario


O que e onde comer em Santiago de Compostela

Tem tanta gostosa gostosa que tivemos até que fazer um post separado com todas as dicas de comidas, bebidas, restaurantes e bares! Leia aqui!


Mapa de Santiago com todas as atrações mencionadas

Veja abaixo um mapa que montamos com todas as atrações mencionadas nesse post. Assim fica mais fácil de visualizar. As atrações são os pontos roxos. Os pontos verdes representam os restaurantes que recomendamos nesse post específico aqui. O aeroporto e a estação de trem estão sinalizados nos pontos azuis.


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

Santiago-Compostela


box-planeje-viagem-teste-2

Clique aqui para fazer o seu seguro viagem com a Real Seguros

Clique aqui para reservar seu hotel ou hostel no Booking.com


Siga as estrangeiras! Compartilhe!
Facebook
Instagram
YouTube
Pinterest
Google+
RSS
Follow by Email
TWITTER


Gabi Torrezani, 25, é formada em Audiovisual pela USP e ama levar uma vida de estrangeira mundo afora. É ativista LGBT, feminista, completamente apaixonada por Barcelona, Almodóvar, Madonna e claro, pela sua esposa Fabia.


One thought on “O que fazer em Santiago de Compostela: muito além do caminho

  1. zete

    Eu também achava, meninas, que Santiago de Compostela não tinha nenhum atrativo, além dos caminhos de Santiago (muito triste a história dele), mas, eu também estava enganada.

    Eu ia falar no final, mas, vou falar é agora, no meio do texto mesmo.

    Assim como a cidade, vocês Estrangeira, também são surpreendentes, porque por mais que nós acompanhemos facebook, instagram storie, vocês vêm e me fazem um post desse muito bem detalhado, explicado, carimbado …. é impressionante de bom. É muito legal, chegar dos locais e fazer logo a matéria e não deixar pra depois, pois as lembranças e os detalhes ainda estão frescos na cabeça da gente. Adoro.

    Bem, não quero ser repetitiva, até porque, já comentei no face, no instagram, no storie sobre a cidade.

    Adorei Santiago e saber das especificidades quanto aos bares, comidas, missas entre outras coisas. Amei as fotos de vocês, e dizer que, todas as vezes que eu olho para as escadas, lembro do dito popular: uma luz no fim do túnel, claro que não é túnel, mas…vocês me entenderam.

    Esse post, os vídeos, as fotografias, roteiros de viagem, os textos são show, e olha que vocês passaram somente três dias, imagina, se vocês passassem mais tempo?

    Obrigada, por esse trabalho de vocês que nos ajuda tanto a melhorar os pensamentos e a vida. Sucesso, meninas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou? Siga as Estrangeiras nas redes sociais!

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
  • Google+
  • RSS
  • Follow by Email
  • TWITTER