Uruguai LGBT

Uruguai LGBT

Uruguai – o país mais avançado da América do Sul

A primeira parada da nossa viagem LGBT pela América do Sul foi o Uruguai. E logo que chegamos percebemos que tínhamos errado e reservado pouco tempo para o país: apenas 4 dias.  Visitamos Montevideo e Punta Del Este, as duas cidades mais visitadas pelo brasileiros por lá, mas ficamos com vontade de conhecer muito mais. Sem falar que deixamos um dia apenas para Punta Del Este e ficamos inconformadas quando chegamos lá e não queríamos mais ir embora! rs

A gente já sabia que o Uruguai é um destino LGBT friendly, mas mesmo com a expectativa alta o que vimos nos surpreendeu. Eles estão muito avançados. São várias leis que protegem e amparam a comunidade LGBT. O casamento homoafetivo foi aprovado em abril de 2013. Eles também já aprovaram a lei de identidade de gênero e mudança de nome social, a adoção por casais homoafetivos, a reprodução humana assistida que engloba casais lésbicos, gays e trans, legalizaram o aborto e liberaram a maconha. Realmente o país mais avançado na América do Sul!  🙂

Respeito pela diversidade - Foto: Carolina Poggi

Respeito pela diversidade – Foto: Carolina Poggi


Está indo para o Uruguai? Faça o seguro viagem e vá tranquilo! Compare os preços dos melhores seguros clicando no banner abaixo. A Real Seguros é nossa parceira e comprando por esse link você ajuda o blog a continuar na ativa (sem pagar nada a mais por isso)!

Seguro viagem geral 728x90


Outra coisa que deve ser mencionada é atuação forte e decisiva da Câmara de Negócios e Comércio LGBT do Uruguai, que faz muita diferença. Eles buscam potencializar os negócios das empresas uruguaias comprometidas com a diversidade. Possibilitam o desenvolvimento econômico e social de toda a comunidade LGBT do país. Fomos recebidas pelo Sérgio Miranda, vice-presidente da câmara, um querido que você conhecerão no vídeo. Ele o e Sérgio foram o primeiro casal a se unir quando aprovaram o casamento homoafetivo por lá. E como aconteceu no Brasil, rolou uma mega cobertura da mídia e da imprensa e eles se tornaram celebridades gays. Eles contam isso tudo na entrevista! Assista ao vídeo para saber mais detalhes e as nossas impressões pessoais sobre ser LGBT do Uruguai.

Não vimos casais andando de mãos dadas pelas ruas, simplesmente porque eles não costumam fazer isso. É cultural, nem casal gay nem casal hétero demonstra muito afeito publicamente. Mas nós andamos de mãos dadas e nos sentimos bem, não recebemos olhares de repreensão.

Passeios LGBT em Montevideo

Nossa passagem pelo Uruguai foi bem intensa.  Tivemos o apoio da Câmara de Comércio e Negócios do Uruguai que organizou muitas atividades e encontros, nos apresentando as empresas membro e nos dando todo suporte necessário.

Começamos em Montevidéu, onde fizemos um passeio guiado com o Sebastian, da Associação de Guias Turísticos do Uruguai. Ele nos mostrou o centro histórico e nos ensinou muito sobre a história local.

Depois visitamos Ao Pie de La Muralla, um lugar que nos encantou. Esse centro cultural exibe um trecho da antiga muralha de Montevidéu e conta como era a vida na época colonial na cidade murada. Também recebem exposições de arte e abrigam reuniões da Câmara LGBT. A entrada custa 100 pesos (R$ 11) e as visitas são de terça à sexta, das 10h às 16h e sábados das 10h às 15h. O endereço é Calle Bartolomé Mitre, 1464.

Tivemos também a chance de fazer a visita guiada ao lindo Teatro Solís e o que mais nos deixou feliz lá foi o banheiro inclusivo, onde todxs compartilham o mesmo banheiro, independente da identidade de gênero.

Genial, não? Gostaríamos que todos os banheiros fossem assim.

Genial, não? Gostaríamos que todos os banheiros fossem assim.

Jantamos no restaurante La Cocina de Pedro, com o Sergio e o Rodrigo. Foi uma noite agradabilíssima, com comida muita boa em um ambiente lindo enquanto falávamos sobre a cena LGBT no Uruguai e no Brasil. O restaurante é membro da câmera de comércio LGBT e sempre recebe bem a comunidade. Comemos o peixe do dia com curry e aproveitamos para experimentar um vinho uruguaio. De sobremesa: crepe de doce de leite uruguaio, claro, porque a gente nunca cansa de comer doce de leite. La Cocina de Pedro fica na Avenida. Gonzalo Ramírez 1483 – Tel: 2411 0909.

img_6594

Para poder conhecer a cidade melhor e ter um panorama geral, pegamos o ônibus turístico. O valor do passe de 4 horas é de 572 pesos uruguaios (R$63,00), e o de 48 horas custa 880 pesos uruguaios (R$97,00). Dá para comprar os passes dentro dos ônibus apenas com cartão de crédito ou nas paradas 0 e 1 com dinheiro ou cartão. Para mais informações visite o site oficial.


Aproveite para reservar seu hotel ou hostel no Uruguai pela nossa caixinha especial do Booking.com ! Você não paga a mais por isso e ainda conta com a segurança e qualidade Booking.com 😉


Booking.com


Espacio Libre de la Diversidad Sexual

Essa é uma praça no centro velho de Montevidéu, onde fica um monumento e vários grafites de ONGs e associações. Foi inaugurada em fevereiro de 2005. O monumento traz escrito: Honrar a diversidade é honrar a vida. Montevidéu pelo respeito a todo tipo de identidade e orientação sexual”. Tem também um espaço para eventos, mas que poderia ser melhor usado e com mais frequência. Achamos bem legal a iniciativa de um espaço assim. A praça fica no final da passagem Policía Vieja, entre as ruas Sarandí e Bartolomé Mitre. Caminhando pela Sarandí você verá uma placa indicando.

O Espaço Livre da Diversidade que fica no centro velho de Montevidéu

O Espaço Livre da Diversidade que fica no centro velho de Montevidéu

Boliche!?!?

Uma coisa importante que você precisa saber para não ficar com cara de confusão. No Uruguai um boliche, amiguinhos, não é o lugar onde você joga uma bola na esperança de derrubar um monte de pinos no fim da pista.  Boliche é onde tem uma pista para você dançar!!!! rs  Sim, uma boatchy, disco, clube, balada, fervo! Então agora você vai fazer a cara certa quando te chamarem para ir pro boliche!!!!

Il Tempo
Nós fomos na boate Il Tempo e adoramos! Assistimos a um show de talentos super divertido com um pessoal mega talentoso (assista ao nosso vídeo lá em cima para ver isso!). O clube funciona desde 2007 e tem apresentações de drags sensacionais. No começo da noite tem mesas e a galera assiste aos shows que rolam no palco enquanto come e toma uns bons drinks. Depois eles retiram as mesas e vira pista de dança, com hits pop, latino e eletrônico de várias décadas. Os preços variam. Tem noites que é só entrar, às vezes tem consumação mínima ou um valor de entrada. No site tem todos os detalhes. A Il Tempo funciona de quarta a domingo e abre às 22h.
Endereço: Calle Gonzalo Ramírez 2121

il-tempo
Outros boliches e pubs gay em Montevideo:

Chains Pub  (a gente passou lá na frente de dia, feriado, mas estava fechado. Veja a foto aqui embaixo)
Calle Soriano, 827

Cain Dance
Cerro Largo com F. Crespo

Small Club
Brandzen 2172

A boate Chains é um clube gay mesmo, ou seja: mais focado no público masculino...

A boate Chains é um clube gay mesmo, ou seja: mais focado no público masculino…

Informações turísticas no Friendly Point

O Friendly Point é um escritório de informação turística para o público LGBT. Lá eles dão dicas de onde ir, onde se hospedar, o que fazer em Montevidéu. O endereço é Joaquin de Salterain 931 tel +598 2411 5669. Essa é a página do Facebook !

Friendly Map

A Friendly Map é uma revista e guia LGBT e o único meio de comunicação dedicado exclusivamente à comunidade LGBT. Ela é distribuída gratuitamente nos centros de informação turística de Montevideo, no Teatro Solís e no Friendly Point. Traz matérias e entrevistas, além de um mapa com todos os pontos de interesse LGBT.

Algumas edições da Friendly Map


Setembro: mês da Diversidade e da Marcha da Diversidade

Durante todo o mês de setembro rola uma programação intensa voltada para o público LGBT. A Marcha acontece sempre na última sexta-feira do mês e sai às 19 horas da Plaza Independencia e percorre a avenida 18 de Julio. Só que é mais do que apenas a Parada LGBT! Nessa semana a cidade recebe as cores do arco íris, os prédios são iluminados, bandeiras LGBT prevalecem por toda parte. Em 2016 ocorreu pela primeira vez a semana de arte trans!
https://www.facebook.com/marchaporladiversidad.uy/

Concentração para a saída da Marcha por la Diversidad - Crédito foto: Carolina Poggi

Concentração para a saída da Marcha por la Diversidad – Crédito foto: Carolina Poggi

Hospedagem em Montevideo

Nós ficamos hospedadas em dois hostels na cidade:
Montevideo Chic Hostel, que fica no centro turístico, perto de tudo. Apesar de ser um hostel, eles tem muitos quartos privativos com cama de casal. A gente contou a experiência de ficar lá nesse post.
Hostel Destino26, no bairro de Pocitos. Esse bonito bairro fica a cerca de 15 minutos de carro do centro. Você pode ler o review completo aqui.

Vai esticar para Punta Del Este?

Punta Pride

A Cidade de Punta del Este também tem seu grande evento LGBT! O Punta Pride acontece no mês de fevereiro, o que é perfeito já que é verão e a época é ótima para aproveitar as praias! São três dias de passeios, música, comida, festas, design e artes.

punta-pride

 

Soho

O Soho é um restaurante balada em Punta e o principal point LGBT da cidade. Até 2 da manhã é um restaurante com música ao vivo (pelo menos na noite que fomos tinha um saxofonista tocando). Servem comida internacional, sushi, mexicano, peixes, carnes, pizza… Nós comemos uma salada caprese e fajitas de camarão. O lugar é uma graça e a comida estava gostosa. Depois das 2h, eles tiram as mesas e vira pixxta. A balada segue até altas horas no verão. O Soho abre às 11h da manhã para servir café da manhã também. A casa permanece fechada durante o inverno e reabre no começo de outubro.

Delícias do Soho, em Punta Del Este

Delícias do Soho, em Punta Del Este

Hospedagem em Punta del Este

Nós ficamos hospedadas no Hotel Castilla, que nos recebeu muito bem. Ele fica perto da praia e a vista para o mar da janela do quarto nos ganhou! Nós escrevemos um post completo sobre o hotel e como foi ficar hospedada nele. Leia aqui.

E conhecemos também uma opção diferente de hospedagem em Punta, o Be Hostel. Eles são uma mistura de hostel com galeria de arte. A dona é uma colecionadora de arte que não resistiu e resolveu pendurar nas paredes do hostel obras de arte. Algumas réplicas, outras originais! O Be Hostel fica um pouco afastado do centro, na Playa El Chorro, mas é um espaço diferente que compensa. Tem uma piscina legal com um bar onde o bartender prepara drinks bacanas.

be-hostel-punta

Tour de bicicleta Gay Friendly

Uma maneira ótima de conhecer Punta del Este é fazendo um tour de Bicicleta. Enquanto estávamos lá conhecemos a Bike Tours Uruguay. Essa empresa que oferece passeios de bicicleta em várias cidade é super gay-friendly! Eles são inclusive membros da Camara de Comércio e Negócios LGBTs. Fizemos em Punta del Este o tour pela península e adoramos. Fomos muito bem tratadas como um casal de lésbicas, sem nenhuma discriminação. Contamos a nossa experiência nesse post.

A Alícia da Bike Tours Uruguai tirou essa foto e foi uma anfitriã genial!

A Alícia da Bike Tours Uruguai tirou essa foto e foi uma anfitriã genial!

Cassino Conrad

Gosta de uma boa jogatina? Punta tem um cassino enorme, o Conrad. Nós fomos lá almoçar a convite da Prefeitura de Maldonado, bater um papo com a secretaria de turismo para conhecer melhor as atrações da região. Eles também queriam saber mais sobre o público LGBT para poder nos receber melhor. 🙂  O restaurante é buffet e estava incrível. Muitas opções para provar.

Gente, foi isso. Passamos 4 dias incríveis no Uruguai e queremos definitivamente voltar para ficar muito mais. Nos sentimos muito bem lá e recomendamos uma visita!


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

uruguai LGBT dicas blog Estrangeira


box-planeje-viagem-teste-2

Clique aqui para fazer o seu seguro viagem com a Real Seguros

Clique aqui para reservar seu hotel ou hostel no Booking.com

Clique aqui para passeios e atrações no Uruguai com a Uruguay4u


Siga as estrangeiras! Compartilhe!
Facebook
Instagram
YouTube
Pinterest
Google+
RSS
Follow by Email
TWITTER


Fabia Fuzeti, 40, jornalista, fotógrafa e produtora de vídeos. Caiu na estrada pela primeira vez em 1996 e desde então não parou. Viaja sempre com uma câmera e é apaixonada por imagens.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou? Siga as Estrangeiras nas redes sociais!

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
  • Google+
  • RSS
  • Follow by Email
  • TWITTER